Veolia Water Technologies & Solutions

Mitigação da incrustação orgânica da coluna de cerveja permite produção recorde na usina de etanol

Caixa de valores

 

Desafio

Um produtor canadense de etanol estava enfrentando incrustação orgânica em uma coluna de cerveja, o que estava afetando a produtividade. A coluna sujava e desligava significativamente a torre a cada 6 meses, forçando a usina a diminuir a potência para manter a operação. Para lavar os sólidos através da coluna, a lavagem com água seria necessária quase diariamente para reduzir a pressão diferencial (DP) e manter a alimentação de cerveja desejada para a coluna. Anualmente, a unidade era desligada e limpa manualmente, escavando os sólidos acumulados. Isso resultou em altos custos de manutenção, perda de tempo de produção e risco para o pessoal.

Solução

O depósito problemático foi amostrado em duas ocasiões distintas para determinar o tipo de contaminante em questão. Tendo confirmado que se tratava de um incrustante orgânico, a Veolia propôs o uso de um auxílio de controle de depósitos FoodPro*, especificamente formulado para tratar a deposição orgânica.

Em parceria com a equipe de operação da usina, uma linha de base do processo foi estabelecida antes do início do tratamento. A Veolia também recomendou mudanças operacionais que permitiram uma lavagem da coluna de cerveja mais eficiente. A dosagem foi aumentada progressivamente até que os dados indicassem que o aumento da pressão diferencial na coluna de cerveja foi minimizado e que a incrustação foi mitigada pelo tratamento.

Resultado

Com a ajuda do auxílio de controle de depósitos orgânicos FoodPro, a usina foi capaz de aumentar a produção em 20.000 litros de etanol por dia - 1,9 milhões de galões de etanol adicional anualmente, estabelecendo um recorde de produção. Isso representou um ganho de produtividade de ~5%, um valor estimado em US$ 634,000 com base no valor de mercado do etanol.

Operar com lavagens com água reduzidas e menos limpezas manuais na coluna de cerveja também reduziu o risco de saúde e segurança relacionado a entradas em espaços confinados e exposição a outros riscos. Também liberou as operações da planta para se concentrarem em outros projetos e operações da usina